Vem dar pica a Portugal

Marca Malcriado

Picante Malcriado, é um assalto aos sentidos, são duas chapadas na cara e um pontapé no rabo a cada garfada que te atreves a saborear. É um fanfarrão que se exibe à mesa de cara vermelha e brilhante, empurra para o lado o sal e pimenta e olha-te fixamente nos olhos com um sorriso provocante como que a dizer:
- Atreves-te?
Mas, tu não te atreves, como podias? Sabes o seu nome e pouco mais. Não sabes que cresceu no campo em planícies transmontanas, que à sombra de uma montanha junto à margem do rio, acordava todos os dias com o sol a aquecer a sua pele orvalhada e o zumbido das abelhas que eram sua companhia. Ninguém te disse que um dia de sol intenso e ardente, abandonou a calma do seu lar e embarcou numa viagem. Sua nau era um barril que por mares salgados de aguardente navegou por mais de um ano num calor infernal, e viu desembarcar, já crescido o Picante Malcriado. Podes não saber que o espírito rebelde e provocante de quem te quer dar a conhecer as maravilhas dos mundos picantes que descobriu, esconde nele um altruísmo e devoção de quem está disposto a dar tudo de si, até à última gota, para que fiques satisfeito. Podes não saber nada disto, mas naquele momento à mesa, em que olhas para ele e ele olha para ti, o volume da conversa à volta parece diminuir e o foco do teu olhar fecha-se-se cada vez mais em seu corpo vermelho e e vaidoso e dás por ti a dizer:
- Atrevo-me!